Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Greve histórica dos metalúrgicos no Rio completa 38 anos

Apresentação Carmen Lúcia

No dia 12 de setembro de 1979, cerca de 20 mil metalúrgicos do Rio de Janeiro entraram em greve. Os trabalhadores recusaram a proposta de 71% de aumento. Naquele ano, a inflação chegou a 77%, mas a categoria reivindicava aumento real, e por isso lutava pelo reajuste de 83%. 

A adesão cresceu e, no dia seguinte, 90% dos funcionários estavam parados. No dia 14 a paralisação foi total. Eram quase 5 mil indústrias na área do grande Rio. 

A greve foi considerada ilegal pela Justiça, que concedeu um reajuste de 46%. Com a resistência dos trabalhadores, as propostas patronais foram aumentando. 

Os metalúrgicos recusaram 75% de aumento escalonado e decidiram continuar a greve. No dia seguinte, os piquetes foram reprimidos e trabalhadores presos. À noite, os metalúrgicos suspenderam a greve e aceitaram os 75% proposto. Pelo menos 45 operários foram demitidos durante a greve. Depois, no dia 20 de setembro, o sindicato denunciou que o compromisso de não demitir foi quebrado pelas empresas e mais de 150 trabalhares haviam perdido o emprego. 

Para o sindicato da categoria, a greve foi um marco dos metalúrgicos do Rio de Janeiro, que retomaram a combatividade. 

Naquele ano, a alta inflação corroía os salários; as greves por democracia e reajustes salariais ganhavam grande proporção. Mobilizações e paralisações foram organizadas em todo o país. Metalúrgicos, bancários, professores, trabalhadores da construção civil cruzaram os braços. 

A repressão policial aos movimentos era pesada. Operários que participavam de piquetes e das greves foram mortos. Entre eles, Santo Dias que era metalúrgico em São Paulo. 

Já em Minas Gerais foram assassinados os metalúrgicos Benedito Gonçalves de Divinópolis, Gui Leão, de Betim e o trabalhador da construção civil de Belo Horizonte, Oracílio Martins. 

As mobilizações que ocorreram naquele ano refletiram a efervescência do movimento sindical, até então sufocado pela repressão do regime militar.


Pesquisa e redação: Beatriz Arcoverde
Sonoplastia Messias Melo 

História Hoje: Programete sobre fatos históricos relacionados a cada dia do ano. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

Fonte: EBC, 12/09/2017
 
Disponível: http://radioagencianacional.ebc.com.br/geral/audio/2017-09/historia-hoje-greve-historica-dos-metalurgicos-no-rio-completa-38-anos
registrado em:
Fim do conteúdo da página